top of page

Plano de saúde internacional: entenda como funciona

Atualizado: 24 de jan. de 2020

Como funcionam? Franquia: o que é isso? O que realmente cobram esses planos? Quem pode tê-los? Sou brasileiro, quais minhas opções? Mudei para os Estados Unidos, posso ter um seguro nacional na terra do tio Sam?


O Seguro internacional é elaborado de uma maneira que proporciona aos clientes a liberdade de escolher seus médicos com custo competitivo. Significa ter acesso aos melhores médicos e hospitais do mundo. Esse diferencial pode ser muito importante em situações emergenciais.

Se você mora nos Estados Unidos e não possui um Social Security Number, está sujeito a não aprovação de um plano nacional.


1 - A conta do hospital Albert Einstein de Joe Jackson (pai do falecido pop star Michael Jackson), quando esteve no Brasil em 2015, superou a casa de 1 milhão de reais. (USA today)

2 - Rita de Cássia Moreira Correia, dentista. Em 2011 teve um tumor cerebral e não foi atendida pelo convênio. Vendeu um apartamento para saldar a dívida do hospital de R$ 448mil. Tal fato ocorreu depois de ter pago o plano por mais de 12 anos. (Epoca.globo.com)

3 - Por que a medicina no Brasil pode levar você à falência? Nos Tribunais de Justiça do país, centenas de famílias falidas em decorrência de tratamento médico são processadas pelos hospitais. Devem o que não têm ou valores equivalentes ao patrimônio familiar construído ao longo da vida. São cobranças de R $ 600 mil, R $ 750 mil, R $ 1,5 milhão, R $ 5 milhões. (Epoca.globo.com)

Por que o seguro internacional é um produto superior quando comparado aos planos nacionais?


Estaremos aqui sempre pra você


Estaremos aqui sempre pra você. Você sabia que as companhias nacionais podem simplesmente escolher por não renovar a apólice se a sinistralidade estiver muito alta? Isso pode deixar o “ex-segurado” numa situação muito delicada, principalmente se estiver no meio de um tratamento ou possuir idade avançada. No seguro internacional, o rompimento do contrato só acontece se for da vontade do cliente. Em planos vitalícios as seguradoras não podem simplesmente cancelá-los. Como já dito, a renovação se dá em caráter automático e vitalício em quase todas as seguradoras.


Qualidade FDA (Food and Drug Administration)


O órgão regulador dos seguros internacionais é o FDA americano (Food and Drug Administration). Pioneiros na aprovação de inovações tecnológicas na área médica, o FDA determina o rol de procedimentos a serem cobertos pelos seguros internacionais. É garantia dos mais excelentes níveis de qualidade. Além do mais, você pode ter acesso à novas tecnologias ainda não aprovadas no Brasil pela ANS.


 Maiores reembolsos


Não escutem o Roger Correa, comparem! As coberturas em dólar dos seguros internacionais são muito superiores as dos similares nacionais. Escolha as mãos que irão te tratar.


Cobertura mundial eletiva


Chega de ficar procurando hospitais e laboratórios da rede credenciada. Os clientes com apólices internacionais têm livre escolha de médicos e hospitais em todo o mundo. Se você viaja com frequência ao exterior, as coberturas nacionais são extremamente limitadas.


Risco diluído


Diferente das seguradoras nacionais, o risco não está concentrado em um uma única região, e sim diluído por várias partes do mundo, visto que possui segurados em diferentes países.


Acordos e redes


Por possuir cobertura mundial e um número grande de segurados, os acordos com as redes credenciadas se revertem de forma positiva para os clientes, ou seja, mais opções disponíveis.

Quer saber a fórmula mágica que torna isso possível?


Franquia


Com o compromisso do pagamento da franquia, além de desonerar a seguradora, este cumprimento garante que os serviços médicos sejam apenas procurados em casos realmente necessários.


Análise Médica


Quando contratamos um serviço de seguro, precisamos que o bem a ser segurado esteja em perfeitas condições, esperando que, caso um dia ele sofra danos, a seguradora assuma os custos do imprevisto, e, nosso patrimônio seja preservado. Com o seguro saúde é a mesma coisa. O segurado precisa estar em boas condições de saúde no momento da contratação.

Dá pra imaginar como essa exigência ajuda a diminuir a sinistralidade?

Pelo fato dessas companhias fazerem uma pré-avaliação de saúde antes da aprovação do seguro, o risco e sinistralidade são impactados financeiramente de forma extremamente favorável aos clientes.


Os reajustes de planos nacionais são geralmente de 20 à 30% ao ano, dependendo da sinistralidade, enquanto que os planos internacionais são de 3 à 4% ao ano.

Outra informação importante são os dados de sinistralidade*.

Em 2016:


• 36.80% para os seguros internacionais • 80% para os seguros nacionais


* Sinistralidade = uso do do benefício do seguro por parte dos segurados .

Esperamos ter dirimido algumas das suas principais dúvidas.

Colocamo-nos a disposição para maiores esclarecimentos e contratação.


Representamos as seguintes seguradoras:


Cada uma com seu diferencial de produto, serviço e atendimento global.

236 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page